quinta-feira, 19 de julho de 2012

"Ó Forcão Rapazes" 2012

Bois para o espectáculo "Ó Forcão Rapazes" 2012:







(Fotos de José Manuel Duarte "Fininho")

quinta-feira, 12 de julho de 2012

Praça de Toiros do Ozendo

            Com o intuito de melhorar a nossa Praça de Toiros, criando melhores condições para a assistência, a ARCO decidiu colocar grades em todo o perímetro das bancadas e por cima do bar, esperando assim aperfeiçoar a segurança do equipamento.





Inter-Freguesias 2012

No passado sábado, dia 7 de Julho, realizou-se no Pavilhão das Piscinas Municipais, a final que opôs as equipas de Aldeia da Ponte e Vila Boa, sagrando-se campeã a equipa de Aldeia da Ponte.


Já no jogo que opôs Rapoula contra Penalobo, para definir o terceiro e quarto lugar, foi a equipa da Rapoula que ganhou por 7-4. No jogo da final da 2.ª Liga, a equipa de Aldeia do Bispo & Aldeia Velha levou vantagem sobre Aldeia de Santo António, sagrando-se campeã. Estas duas equipas sugiram à 1.ª Liga, já Rendo e Alfaiates desceram para a 2.ª.

Quanto à nossa equipa ficou em 8.º lugar da competição, ficando também em 2.º lugar no Fair-Play.

sexta-feira, 6 de julho de 2012

S. Pedro

Perde-se na memória a última vez que se realizou o S. Pedro no Ozendo, mas segundo nos contam, era das maiores festas lá da Terra, chegando mesmo a haver três mastros espalhados pelo Povo; na Praça, junto à Nogueira e junto ao Ribeiro.

Com a consciência que é importante reabilitar antigas tradições, este ano a ARCO promoveu o S. Pedro no Ozendo! Os preparativos começaram semanas antes, foi necessário ir cortar o pinho, ir ao rosmaninho, fazer as fitas de enfeite para engalanar a Praça e o mastro e fazer a boneca, esta executada pela Ti Otília e Teresinha.

Podemos dizer que a Praça estava muito bonita assim enfeitada, ficando ainda mais composta, quando, no dia 29 de Junho, pelas 20h00, começaram a aparecer todos os convivas que se quiseram juntar à festa, vindo mesmo à Terra conterrâneos que estão fora e que não quiseram perder este renascer de tradição.

Nessa noite houve sardinha, houve vinho, mas houve sobretudo as saudades de festejar o S. Pedro! Não havia tocador, para animar, como era frequente, mas havia música que tocava na aparelhagem e que levou muitos a dançar à “volta da fogueira”.

Quando no sino tocaram as 12 badaladas, foi deitado o fogo ao pinho, ficando no ar a certeza de que em 2013 voltará à Praça o pinho de S. Pedro.




















Inter - Freguesias 2012